top of page

Conheça mais sobre a Leitura da Aura

 

Qual a origem da Leitura de Aura?

A Leitura da Aura foi canalizada nos anos 60, na Califórnia, por um norte americano chamado Lewis Bostwick. Fundador do Berkeley Psychic Institute e da Church of the Divine Man, Bostwick era um homem sensível que canalizou e sistematizou técnicas e ferramentas de desenvolvimento pessoal e espiritual para auxiliar no processo de evolução da humanidade.

 

De que forma o atendimento com Leitura da Aura atua na sua vida e pode te beneficiar?

A Leitura da Aura é a leitura do seu campo e, por isso, traz uma maior compreensão para questões que ficam obscurecidas pelos padrões e defesas acumulados ao longo da trajetória de cada pessoa.  Durante a leitura, observamos de que forma esses padrões de manifestam nos mais variados aspectos da vida: relação de segurança/insegurança interna, estrutura material, relacionamentos consigo mesmo e com o mundo, afetividade, criatividade, sexualidade, poder pessoal e de realização, vocação, comunicação, intuição e espiritualidade. O foco sempre é dado para aquilo que está acontecendo de forma mais forte e profunda no momento presente. A partir de como o padrão se manifesta no aqui e agora e observando até as origens e raízes desses padrões.

 

Para quem a Leitura de Aura é indicada?

Para todas as pessoas que estejam buscando compreender melhor o seu funcionamento e as dinâmicas internas que regem seu comportamento e a sua vida.

A Leitura é como um mapa do seu momento presente. Não é necessário fazer nenhum trabalho específico de continuidade após o atendimento, mas o trabalho também é benéfico se a pessoa já está passando por um processo de acompanhamento terapêutico.

A Leitura da Aura traz material e conteúdo para se trabalhar na psicoterapia e também auxilia no desbloqueio de resistências que aparecem no processo terapêutico e que, muitas vezes, não permitem que se avance em determinadas questões.

_edited.jpg

Depoimentos

" ... Silêncio... Entrega, respeito, confiança, carinho, doação, cuidado, amor, descobertas ou redescobertas, encontros e reencontros. Ao surgir das palavras proferidas uma porta se abre, lá estava eu, completamente despida! Diante de mim mesma, por meio de uma intensa troca de energias, pude verdadeiramente me ver! Quantas vezes, me pergunto, nos damos de presente um olhar que vai além do ego? Quase nunca? É, vale a reflexão! Porque passamos tão apressadamente por nós mesmas e nos perdemos do que temos de mais preciso na vida: a nossa essência, nosso eu mais puro, cheio de belezas e imperfeições? Nossas profundezas merecem atenção. Arrisque-se então num mergulho profundo. Coragem! Sem medo, decidi aventurar-me... Um passeio pelo meu oceano, assim descrevo a Leitura de Aura. De lá para cá, um divisor de águas, cheias de corais, tartarugas e cavalos marinhos, tubarões, baleias, arraias, águas vivas, golfinhos... Quanto mais eu nado, mais eu descubro. Gratidão à você Mari por oportunizar a Leitura e gratidão ao astral por ter me permitido chegar até este momento!"

 

Ana Paula Tapajóz- Jornalista

 

“Vivemos, e no movimento da vida estamos. Imersos. Submersos. Se a vida é água, muitas vezes as tempestades a tornam turva e turbulenta, e não temos clareza das correntezas, imersos, submersos. A leitura de aura, com sensibilidade e precisão, apresenta a quem a vivencia um panorama que clareia, a partir de um olhar externo, em que ponto cai cada gota da tempestade, e os movimentos que cada gota gera na superfície e, consequentemente, na profundeza da água. É um instrumento precioso para que, com tranquilidade, a gente continue a nadar."

Camilo Schaden- Ator

"Esperando

A porta se abre

Uma moça, jovem, bonita, uns 25/30 anos, uma menina...

Cético, pensei – O que teria para me dizer?

Entrei

Sento

Não me lembro bem como começou, que explicações me deu.

Gravador ligado

Olhos fechados.

Concentração.

Pés no chão.

Digo meu nome em voz alta três vezes.

Abro os olhos.

E Mariana começa a falar, olhos fechados e vê, ou lê?

Me lê....

Uma flor

Luz azul

Um navio

Uma viagem

Ao encontro de lugares vazios de mim mesmo.

Lugares a serem preenchidos, descobertos, criados.

Lugares, frágeis, sensíveis, delicados, infantis.

Outros lugares cheios, plenos de mim mesmo.

Lugares fortes, maduros, resistentes, vigorosos.

Lugares que começam a ser iluminados, preenchidos, identificados.

E mais que tudo...sentidos em mim

Essa é a viagem

Uma viagem para dentro de mim mesmo

Talvez a única grande e verdadeira viagem

Vou me re-conhecendo através da sua voz, das imagens que me transmite.

Uma melodia, um ritmo, uma respiração.

Eu me ouvindo, me escutando, me sentindo através de sua voz, de sua fala.

Mas do que entendimento, sentimentos vinham à tona.

Não mais a névoa cobria as lembranças...

Revivendo os sentires...

Lágrimas, emoção, saudades, esperança e expectativas.

Partes obscuras, esquecidas de mim mesmo iam sendo iluminadas.

Como um quebra cabeça sendo montado

Eu me vendo de outro lugar, de outro ângulo, me completando, me ampliando, sendo mais de mim mesmo.

Sensação de plenitude, de extravasamento, de confiança, de entrega, de amor.

Novas possibilidades se abrindo.

   Uau! Vida!!

Léo Wainer- Ator

bottom of page